domingo, 24 de abril de 2011

A porta está fechada, não adianta bater. E foi tão bom constatar que não me atinge mais. Não me entristece, não me aborrece, não me tira o sono. Passa por mim. Mas, não me atravessa. Foi-se o tempo. E foi-se o tempo faz tempo

Um comentário:

  1. que bom que vc tá trabalhando e que isso tem ajudado vc,mais ve se não some viu,eu comi um pokinho a onde to tbm tem escada é otimo,força

    ResponderExcluir